Autor do gol do título, Nikão recebe título de Cidadão Honorário de Curitiba

Nikão recebeu nesta semana mais um título que marca a sua trajetória no Athletico Paranaense. O camisa 11 se tornou Cidadão Honorário da cidade de Curitiba, em cerimônia realizada no plenário da Câmara Municipal. O evento teve a participação de diversas autoridades, amigos e familiares, incluindo Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho Administrativo e atual CEO do Rubro-Negro.

A lei 15.903, de autoria do vereador Alexandre Leprevost, concedeu a honraria ao jogador pelo desempenho na sua carreira e também por ações sociais voltadas a pessoas em situação de vulnerabilidade na capital paranaense. Um trabalho que Nikão realiza há anos sem alarde.

“O Nikão faz um trabalho social com moradores de rua muito bacana e não divulga. Ele tem uma história de superação de vida muito legal. Então, é um título mais do que merecido. É o reconhecimento do ser humano, de uma pessoa que é exemplo para jovens e crianças que buscam alcançar os seus objetivos através do esporte”, explicou Alexandre Leprevost, autor do projeto que teve a aprovação de ampla maioria dos votos da casa.

“O Athletico tem essa cultura de oportunidades. Deve-se a ele e à família dele todo esse triunfo, a volta por cima que ele deu”, afirmou Mario Celso Petraglia. “Eu conheço o Nikão desde criança, acompanhei a carreira toda dele, sempre acreditamos no ser humano que ele tinha dentro dele. É um orgulho para todos nós que a cidade reconheça o esforço, a dedicação, o trabalho e as conquistas”, completou.

Em um momento especial da carreira, em que se consolida como um dos maiores jogadores da história do Furacão, Nikão revelou que a “ficha ainda não caiu”.

“É algo que ainda não caiu a ficha. Poder representar não só o clube, mas também uma cidade. Fico feliz pelo carinho e pelo reconhecimento de todos por aquilo que eu faço dentro de campo, mas também por poder ajudar as pessoas através do meu trabalho”, disse. “Eu também precisei ser ajudado para hoje estar aqui e agora posso ajudar outras pessoas. É muito gratificante olhar para trás e ver onde eu cheguei, com muita humildade, muito trabalho, e agora ser exemplo”, complementou.