Coritiba intensifica trabalhos de recuperação

O elenco coxa-branca retornou da viagem à Maceió no domingo (15) e, nesta segunda-feira (16), já iniciou os trabalhos no Couto Pereira. A longa viagem, que iniciou na última semana em Pelotas antes de seguir direto a Alagoas, foi acompanhada de pelo menos 16 casos de mal estar gastrointestinais, entre atletas e membros da comissão técnica, e fizeram com que os profissionais do departamento de performance do clube tivesse que agir rápido na chegada à capital paranaense.

Kits de suplementação líquida e alimentação foram distribuídos para quem apresentou sintomas, buscando minimizar os impactos do elenco que já se prepara para mais um jogo, que acontece nesta terça-feira (17), contra a Ponte Preta.

Pelo menos 16 integrantes da delegação do Coritiba foram vítimas de um possível surto de uma virose, em Maceió. Dez jogadores foram atingidos por problemas gastrointestinais, sendo 5 com maior gravidade (Léo Gamalho, Wellington, Carvalho, Robinho, Alex Muralha e Mateus Sales). E 5 de maneira mais leve (Márcio Silva, Waguininho, Romário, Gustavo Bochecha e Wilson).

Os casos apareceram após o jogo de sábado (14), contra o CSA. Dos 10 jogadores que estão com virose, cinco seguem em observação.

Após o fim da rodada, a equipe coxa-branca se manteve na primeira colocação do Campeonato Brasileiro, com 33 pontos. O coxa defende a liderança amanhã, às 21h30, diante da Ponte Preta, no estádio Couto Pereira.