Em defesa de Neymar, Thiago Silva critica pressão “direcionada e individual”

O zagueiro Thiago Silva, um dos capitães da seleção brasileira, saiu em defesa de Neymar. Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira (12), Thiago afirmou que existe uma pressão exagerada sobre o camisa 10.

“É uma situação bem difícil. A gente, embora saiba que sofremos pressão de todos os lados, sabe que é uma pressão diferente. Parece direcionada e individual. A gente deixa muito de lado o que ele vem fazendo dentro de campo e focando em coisas que não são interessantes. Ele se cobra muito. A gente sabe que tem que jogar melhor, ter um entrosamento melhor. Ele sabe que não fez um jogo de Neymar. Tem essa autocrítica. Mas fica uma cobrança muito forte e coisas que não tem nada a ver”, declarou o zagueiro, que acrescentou:

“Eu passei por momentos semelhantes, principalmente depois da Copa de 2014. Fui tachado de chorão, de psicológico fraco. Coisas que vão te machucando e você sabe que não é. Espero que ele não perca essa alegria. Ele é um moleque super especial. Quando está alegre fazendo o que gosta, sempre dá conta do recado e desempenha o que sempre desempenhou. É melhor para a nossa seleção.”

No último domingo (10), o trecho de uma entrevista em que Neymar diz que o Mundial de 2022, no Catar, pode ser sua última Copa por não ter condições psicológicas viralizou.

A seleção brasileira volta a campo nesta quinta-feira (14) diante do Uruguai, na Arena Amazônia, em Manaus. O Brasil perdeu o 100% que tinha no torneio classificatório ao empatar por 0 a 0 com a Colômbia, no último domingo.

Informações do SBT Sports.