Jorginho critica Abel Ferreira e diz que técnico “desrespeita nosso país”

A noite de quatro gols em sete minutos no Allianz Parque não acabou após o apito final do árbitro. Na entrevista coletiva, o treinador Jorginho, do Atlético Goianiense, quis explicar o que houve na discussão com a comissão técnica palmeirense durante o jogo.

De acordo com o comandante do Dragão, Abel Ferreira desrespeitou a arbitragem e nada foi feito:

“Eles estão faltando com respeito com o árbitro. Chamou o árbitro de cego, xingou o árbtiro de tudo quanto é nome, bateu palma para o árbitro, e não aconteceu absolutamente nada. Eu relatei isso para o árbitro, não é justo. Porque meu auxiliar tomou cartão, o auxilitar deles tomou cartão, mas quem deveria ter sido expulso era o Abel”, desabafou o técnico.

Ainda na coletiva, Jorginho criticou o comportamento do técnico do Verdão e chegou a dizer que ele desrespeita o Brasil com as atitudes em campo:

“É uma coisa que me revolta como treinador, como brasileiro. Ele vem ao nosso país, está desrespeitando o nosso país, os nossos árbitros, dizendo que eles são cegos, xingou de tudo quanto é nome, e nada aconteceu. Mas tudo bem, vai ficar como se eu tivesse perdido o jogo, choro de perdedor. As coisas passam e não acontece nada”, completou o treinador.

Com a derrota, o Atlético Goianiense estacionou nos 13 pontos e agora é o primeiro time da zona de rebaixamento. Já o Palmeiras chegou aos 25 pontos e abriu três de vantagem para o Corinthians, segundo colocado.

Informações do SBT Sports.