Athletico marca nos acréscimos e vence o Coritiba no Couto Pereira

O Coritiba pressionou e mostrou superioridade durante a maior parte do clássico contra o Athletico neste domingo (19), disputado no Estádio Couto Pereira. Mas não conseguiu furar a defesa rubro-negra e acabou levando a pior nos acréscimos do segundo tempo. Com gol de Kelvin, o Furacão volta a vencer na casa do rival pelo Brasileirão depois de 17 anos.

O triunfo coloca o Furacão em quarto lugar, com 21 pontos. O Coxa é o 15º colocado, com 15 pontos.

O jogo

O Coxa levou perigo aos quatro minutos do primeiro tempo, quando Igor Paixão cabeceou por cima do gol. Aos 15, Adrián Martínez aproveitou sobra e parou na defesa de Bento. Na segunda tentativa, Igor Paixão chutou para fora. O Alviverde voltou ao ataque aos 19 minutos. Thonny Anderson recebeu passe de Igor Paixão e chutou pela linha de fundo.

O Furacão respondeu aos 22 minutos. Cuello recebeu passe de Pablo e parou na defesa de Rafael William. No contra-ataque, Alef Manga entrou na área e chutou forte. Bento defendeu. O Coxa voltou a assustar aos 39 minutos. Thonny Anderson finalizou e balançou as redes pelo lado de fora.

O Coritiba seguiu pressionando o Athletico no segundo tempo. Aos cinco minutos, Castán cabeceou e Bento defendeu. No minuto seguinte, Thonny Anderson finalizou para fora. O Alviverde seguiu no ataque. Aos 29, Igor Paixão recebeu cruzamento de Alef Manga e completou por cima do gol. O Rubro-Negro respondeu aos 34. Vitor Roque cabeceou e Rafael William defendeu.

Aos 37, Adrián Martínez cabeceou e Bento salvou o Athletico. O Furacão também assustou aos 43 minutos. Pablo Siles chutou de longe e quase acertou o ângulo. O Rubro-Negro fez o gol da vitória aos 54 minutos. Khellven, de pênalti, deslocou o goleiro e balançou as redes nos acréscimos.