São Paulo e Corinthians empatam em clássico pelo Brasileiro

Por Marcos Antomil

São Paulo, 11 (AE) – São Paulo e Corinthians ficaram no empate por 1 a 1 neste domingo, no Morumbi, em clássico pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O nome do jogo foi o goleiro Felipe Alves, que fez defesas fundamentais e impediu que seu time fosse derrotado em casa.

O resultado afastou o Corinthians da briga pelas primeiras posições da tabela. Com 44 pontos, agora figura na quinta colocação. Já o São Paulo soma 31, cinco pontos acima da zona de rebaixamento, e aparece no 13º posto da classificação.

O técnico Rogério Ceni novamente optou por levar a campo um time reserva, focado na Copa do Brasil. Vítor Pereira, por sua vez, mesmo estando em situação mais confortável tanto no mata-mata como no torneio de pontos corridos, usou força máxima.

Neste cenário, ficou claro nos primeiros minutos de jogo que haveria uma disputa sobre qual equipe tomaria as rédeas do jogo. A ansiedade em concluir os lances atrapalhou os dois lados, com decisões equivocadas, principalmente no terço final do gramado. Após perturbar a defesa são-paulina seguidas vezes, aos 13 minutos, o centroavante Yuri Alberto emendou um belo chute de fora da área e colocou o Corinthians em vantagem.

Com o marcador inaugurado, o São Paulo tentou partir para o ataque, mas o Corinthians continuava sendo mais perigoso. Aos 28, Eder foi derrubado por Gil na área e o árbitro assinalou pênalti. Foram quase quatro minutos de revisão do VAR até que se confirmasse a penalidade. Finalmente, Eder foi autorizado, cobrou fraco, no meio do gol, mas balançou as redes, igualando o placar.

Diante do empate, o panorama dos minutos iniciais se repetiu, com o São Paulo mais brigador e um Corinthians envolvente, ambos com dificuldade para achar espaço para finalização, mas sem apagar o ímpeto ofensivo. Assim, o placar do primeiro tempo expressou o que foi a partida.

Na volta para o segundo tempo, o Corinthians se mostrou mais perigoso. Aos 3 minutos, Róger Guedes parou em Felipe Alves que fez ótima defesa. Mais tarde, o goleiro voltou a fechar o gol em novo arremate do camisa 10 corintiano. Vendo o time em apuros e sem ameaçar a meta alvinegra, a torcida do São Paulo gritou pela entrada de Luciano. Ceni atendeu os pedidos e colocou o atacante no lugar do tímido Nahuel Bustos.

Aos 18 minutos, Eder acertou o travessão em um erro da defesa do Corinthians e animou a torcida do São Paulo novamente. O Corinthians, porém, não desistia, e Vítor Pereira fez mudanças para energizar a equipe. Ceni trouxe a campo os titulares Calleri e Patrick em resposta.

Felipe Alves viveu uma tarde de domingo inspirada. Novamente requisitado, aos 31, impedindo Yuri Alberto de anotar seu segundo gol no clássico. A blitz corintiana exigiu do goleiro tricolor outras duas defesas impressionantes, além de um chute de Fausto Vera no travessão. O São Paulo só voltou a oferecer perigo aos 36, com Calleri de cabeça, mas Cássio segurou firme.

Nos últimos minutos, o São Paulo ainda tentou sair com a vitória, mas não demonstrou grandes pretensões. O empate, pelo desenrolar da partida, foi bom para os donos da casa, mas o Corinthians fica com gosto amargo, sabendo que se não fosse Felipe Alves sairia vitorioso do Morumbi.

São Paulo e Corinthians têm compromissos no meio de semana pela Copa do Brasil. A equipe alvinegra empatou o jogo de ida com o Fluminense por 2 a 2 e precisa de uma vitória simples na quinta-feira para ir à final. Já o conjunto tricolor, na quarta, terá de reverter a vitória do Flamengo por 3 a 1.

Por Estadão Conteúdo.