Autuori celebra eficácia da equipe e comenta a despedida de Lucho González

Foi com Paulo Autuori no comando do Athletico Paranaense, lá em 2016, que Lucho González foi contratado pelo Furacão. E coube ao destino que quase cinco anos depois, novamente sob o comando de Autuori [agora como diretor técnico], o agora eterno ídolo athleticano encerrasse a sua vitoriosa carreira como jogador de futebol.

“Eu fico bastante emocionado. Foi um momento lindo no vestiário, com jogadores e funcionários o reconhecendo”, contou Paulo Autuori, em entrevista coletiva.

“Antes de estar no Athletico, eu havia tentado em algumas oportunidades trabalhar com o Lucho, pois sabia o que ele representava em termos profissionais. Mas mais do que isso, Lucho consegue ser brilhante no aspecto pessoal. Teve uma carreira vitoriosa, como todos sabem, mas isso jamais o fez perder o lado humano, que é fundamental”, completou o diretor técnico.

E na despedida de Lucho, o Rubro-Negro teve uma ótima atuação contra o Aucas [Equador], venceu por 4 a 0 e garantiu vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, com a segunda melhor campanha da fase de grupos.

“Fizemos uma ótima campanha. Agora será extremamente difícil, certamente enfrentaremos adversários complicados, com distintas identidades e características de jogo. Jogando dentro ou fora de casa, temos que estar preparados para isso”, afirmou.

Com os quatro gols marcados, a equipe athleticana mostrou a eficácia que foi cobrada pelo próprio Autuori em partidas anteriores. Segundo o diretor técnico, o trabalho no dia a dia fará com que a equipe se mantenha numa crescente em termos de desempenho.

“Trabalhamos no dia a dia para ter uma equipe equilibrada e cada jogo ela apresenta mais consistência, mais solidez. Da última vez, falei da importância de ser eficaz nas finalizações e hoje nós fomos”, destacou. “Nossa preocupação é que a equipe possa, jogo a jogo, ganhar mais consistência. Aqui, sabemos o que queremos e onde queremos chegar”, finalizou Paulo Autuori.

Informações da assessoria de imprensa.