Internacional anuncia demissão do técnico Cacique Medina após empate na Sul-Americana

Depois de mais um resultado frustrante, o técnico Alexander Medina, conhecido como Cacique Medina, foi demitido do comando do Internacional. A decisão foi anunciada por meio de comunicado oficial divulgado no site do clube e também nas redes sociais. A saída dele já era especulada pelo menos desde a semifinal do Campeonato Gaúcho, quando o Colorado perdeu por 3 a 0 para o rival Grêmio em pleno Beira-Rio.

Além de Medina, também foram demitidos os auxiliares Fernando Machado e Jadson Vieira, os preparadores físicos Alexis Olariaga e Richard González, e o analista de desempenho Mariano Levisman. “O Clube agradece e deseja sorte e sucesso na sequência de suas carreiras”, diz a nota divulgada pelo Inter.

A demissão do treinador veio após o decepcionante empate contra o paraguaio Guaireña, por 1 a 1, em pleno Beira Rio, em jogo válido pela Copa Sul-Americana. A decisão foi tomada em reunião dos diretores e conselheiros na manhã desta sexta-feira (15), mesmo horário em que Cacique Medina dava treinamentos no CT do Parque do Gigante.

Medina deixa o clube com apenas 47% de aproveitamento. Foram 17 jogos com seis vitórias, seis empates e cinco derrotas. Nesse período, o time marcou 17 gols e sofreu 20.  O auxiliar técnico Cauan de Almeida assume como interino a partir do treino de sábado e comanda o time diante do Fortaleza, às 18 horas de domingo (17) dentro do Beira Rio, em jogo válido segunda rodada do Brasileirão.