ANP aprova medidas para evitar desabastecimento de combustíveis

A Agência Nacional de Petróleo (ANP) aprovou na terça-feira (01) medidas para evitar o desabastecimento de combustíveis, que pode ser causado pelos protestos anti-democráticos que bloqueiam estradas do país desde domingo (30).

O objetivo da diretoria da ANP é facilitar o fluxo dos produtos entre os locais de armazenamento e o consumidor final, já que o risco de desabastecimento está relacionado somente à interrupção da logística.

Entre as medidas adotadas pela agência está a suspensão das obrigações de manutenção de estoques semanais médios mínimos pelas distribuidoras e a liberação das revendas de GLP — o gás de cozinha — para comercialização em vasilhames de outras marcas além daquela para a qual estão autorizadas.

A Agência Nacional de Petróleo também autorizou a comercialização direta de gasolina e de óleo diesel com postos de revendedores de combustíveis. Pelas regras atuais, somente o etanol hidratado pode ser vendido sem passar por uma distribuidora.

Com relação ao armazenamento, a ANP liberou que distribuidoras armazenem combustível mesmo em espaços que ainda não foram homologados pela agência.

Informações SBT News