Após mobilização, chegada de russos dobra na Geórgia e Cazaquistão

O número de desembarques russos em países fronteiriços continua aumentando com o passar dos dias. Segundo dados divulgados nesta terça-feira (27), a Geórgia registrou quase o dobro de chegadas, sendo mais de 21,2 mil apenas nos últimos dois dias. O Cazaquistão, por sua vez, informou que já recebeu 98 mil russos desde 21 de setembro.

“Nos últimos dias, muitas pessoas vindas da Rússia têm vindo até nós. A maioria delas são forçadas a partir devido a uma situação desesperada”, disse o presidente do Cazaquistão, Kassym-Jomart Tokayev, referindo-se à mobilização parcial anunciada por Moscou, que pretende reunir 300 mil reservistas para integrar a ofensiva na Ucrânia.

O cenário é parecido na Finlândia, onde mais de 8,3 mil russos já cruzaram a fronteira. O trajeto é feito por meio terrestre, uma vez que os voos para fora da Rússia foram esgotados e os que partem de Moscou estão quase acabando, mas com preços astronômicos.

Além da fuga, muitos civis foram às ruas se posicionar contra a mobilização militar. Dados da plataforma OVD-Info apontam que 2,3 mil russos foram presos durante os atos, sendo que a maioria está sendo obrigada a se alistar no exército sob custódia. Para aqueles que recusam lutar pelo país, Moscou está aplicando uma pena de 10 anos de prisão. 

Informações SBT News