Inadimplência bate recorde e atinge 67,9 milhões de brasileiros em agosto

O número de pessoas com contas atrasadas subiu pelo oitavo mês seguido. Dados do Serasa apontaram para pouco mais de 67,9 milhões de inadimplentes em agosto, cifra 0,5% maior em relação ao mês passado, representando 300 mil brasileiros a mais na situação. O número também é o maior desde 2016.

O segmento de bancos e cartões segue como responsável pela maioria das dívidas (28,8% do total). Posteriormente, estão as contas básicas, como água, luz e gás (22,1%), e o setor financeiro (13,8%). Já em relação à avaliação regional, São Paulo continua sendo o estado que mais concentra inadimplentes (16 milhões), seguido pelo Rio de Janeiro (6,8 milhões).

Segundo o levantamento, o número de endividados poderia ter sido ainda maior. Isso porque, durante o mês, foram registrados 2,8 milhões de negociações de débitos. 

“Como os brasileiros estão com o orçamento mensal apertado, a negociação de dívidas com parcelamento foi uma solução buscada para aumentar o número de regularização de débitos, o que de fato ocorreu”, diz a gerente de Serasa Limpa Nome, Aline Maciel, acrescentando que, em agosto, as negociações tiveram um aumento de 22%.

Informações SBT News