Iniciativa privada responde por 90% dos passageiros de aeroportos no país

Com a 7ª rodada de leilões de aeroportos realizada na quinta-feira (18), a iniciativa privada passou a responder por 90,4% dos passageiros domésticos transportados no Brasil. Segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), as empresas controlam 59 aeroportos federais, número que ainda deve aumentar com a próxima rodada de vendas.

No leilão de ontem, foram arrematados 10 aeroportos, entre eles o terminal de Congonhas, na capital paulista, que passarão a ser administrados pelo grupo Aena. O governo federal arrecadou R$2,7 bilhões com os três blocos leiloados, proposta 231% acima do esperado. Na visão da CNI, a venda foi considerada como “sucesso”.

“O setor privado demonstrou, desde o começo das privatizações de aeroportos, ser mais preparado do que o poder público para investir em obras de modernização e adequar os aeroportos para atender à crescente demanda por transporte de passageiros e de cargas”, disse o presidente da CNI, Robson Andrade, acrescentando que a modernização aumentará a geração de empregos e ajudará a recuperação econômica.

Informações SBT News