Jovem foragido da Colônia Penal é executado com 12 tiros em Maringá

A vítima tinha diversas passagens pela polícia, inclusive por homicídio

Um jovem, de 26 anos, foi executado com mais de dez tiros depois de ter sido perseguido, na noite desta terça-feira (30), no Bairro Jardim Paris VI, em Maringá. Os assassinos estavam em um Fiat Uno de cor escura. 

Segundo a polícia, Rodrigo Alexandre de Oliveira Calsavara – vulgo monstrinho – seguia em uma motocicleta com uma mulher na garupa pela Avenida Das Torres, momento em que o grupo jogou o veículo contra a moto que ele pilotava fazendo-o cair. 

Logo em seguida, um homem teria efetuado vários disparos de arma de fogo contra a vítima. Antes de fugir, uma mulher teria desembarcado do veículo e em posse de uma arma de fogo e finalizado o serviço. Na sequência, os autores do crime fugiram.

Uma equipe médica do Samu esteve no local e atestou o óbito. A PM realizou patrulhamento, porém os criminosos não foram localizados. A Polícia Civil investiga a motivação do crime e trabalha para identificar e capturar os responsáveis. Calsavara, que era foragido do CPIM – Colônia Penal Industrial de Maringá, contava com diversas passagens pela polícia, inclusive por homicídio.

Veja mais detalhes do caso na reportagem do Maringá Urgente desta quarta-feira (31):