Mesmo com decreto, multidão ignora medidas de combate à Covid e se reúne pra fazer baderna

Mais de 300 pessoas se aglomeraram no Centro de Curitiba para fazer o consumo de bebida alcoólica neste fim de semana. Uma equipe da Guarda Municipal (GM) dispersou a multidão, que insistia em permanecer no local mesmo após o Governo do Paraná decretar o encerramento de atividades não essenciais para conter o avanço do coronavírus no estado.

Houve o fechamento de bares e também a prisão de baderneiros, que não acataram a ordem da GM. “É obrigação do estabelecimento não permitir aglomeração no local. Hoje teve uma pessoa presa por desacato e desobediência. Eles só pensam em vender e ter o lucro do momento”, disse um agente da Guarda Municipal.

Os frequentadores não utilizavam máscaras de proteção e ignoraram até o distanciamento social.

Decreto

O decreto número 6.983/2021 entrou em vigor à 0h deste sábado com validade até as 5 horas do dia 08 de março, podendo ser prorrogado ou não, a depender do comportamento da pandemia no território paranaense durante o período.

“É um momento delicado, em que precisamos tomar medidas mais duras para conter a contaminação da Covid-19. Precisamos do apoio de todos os municípios para vencermos mais essa batalha, em nome da saúde dos paranaenses”, afirmou o governador do Paraná, Ratinho Junior.

Veja mais detalhes na matéria completa do Primeiro Impacto PR desta segunda-feira (01):