Após redução de ICMS, gasolina recua 5,46% e litro tem média de R$ 7,15

A limitação de 17% na alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) sobre os combustíveis gerou uma redução de 5,46% no preço da gasolina. Segundo dados do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o combustível teve o litro vendido ao valor médio de R$ 7,15 nos primeiros dias de julho.

Apesar de todas as regiões apresentarem queda no valor, a mais expressiva foi registrada no Centro-Oeste (9,42%), onde a gasolina passou a custar R$ 6,82. No entanto, foi o estado de São Paulo, no Sudeste, que contabilizou o preço mais barato do combustível, cobrando, em média, R$ 6,36 por litro – redução de 8,99%.

O preço do etanol também ficou mais em conta para os motoristas brasileiros e registrou recuo de 4,39%, com litro vendido a R$ 5,74. A queda mais expressiva foi identificada nos postos de combustíveis do Mato Grosso (10,72%), que passou de R$ 5,03 para R$ 4,49. Em contrapartida, o maior valor cobrado pelo litro foi registrado no Pará, a R$ 6,74.

Confira o preço médio da gasolina por estado nos primeiros dias de julho:

  • Acre – R$ 7,445
  • Alagoas – R$ 7,304
  • Amapá – R$ 6,693
  • Amazonas – R$ 7,070
  • Bahia – R$ 7,645
  • Ceará – R$ 7,505
  • Distrito Federal – R$ 6,797
  • Espírito Santo – R$ 7,115
  • Goiás – R$ 6,491
  • Maranhão – R$ 7,337
  • Mato Grosso – R$ 7,038
  • Mato Grosso do Sul – R$ 6,971
  • Minas Gerais – R$ 7,341
  • Pará – R$ 7,542
  • Paraíba – R$ 7,131
  • Paraná – R$ 6,728
  • Pernambuco – R$ 7,199
  • Piauí – R$ 7,824
  • Rio de Janeiro – R$ 7,375
  • Rio Grande do Norte – R$ 7,411
  • Rio Grande do Sul – R$ 6,697
  • Rondônia – R$ 7,254
  • Roraima – R$ 7,227
  • Santa Catarina – R$ 6,606
  • São Paulo – R$ 6,364
  • Sergipe – R$ 7,540
  • Tocantins – R$ 7,386

Informações de SBT News