Bondinho do Pão de Açúcar terá tirolesa gigante a 400 metros de altura

A Cláudia Romero mostra como chegar a um dos pontos turísticos mais movimentados do país, as principais atrações e, claro, a vista deslumbrante da cidade maravilhosa, a 400 metros de altitude.

Para comemorar os 110 anos do bondinho, a partir de novembro, funcionará uma tirolesa gigante que vai ligar os morros do Pão de Açúcar e da Urca, num total de 800 metros de extensão. A descida terá duração de cerca de 40 segundos e irá atingir 100km/h.

A edição do De Malas Prontas traz outras dicas imperdíveis de passeios e viagens para você incluir no seu roteiro de férias ou de lazer. E aproveitando o verão europeu, conheça lugares e curiosidades que costumam atrair os visitantes, especialmente nessa época do ano, que é de alta temporada do turismo no hemisfério norte. 

Um castelo na terra de Rafael Nadal

O supercampeão do tênis é natural de Mallorca, uma das ilhas que formam o arquipélago das Baleares, no Mar Mediterrâneo, um dos destinos turísticos mais movimentados da Europa na temporada de verão. O Marcelo Fonseca estreia no De Malas Prontas com uma série de episódios sobre o arquipélago e seus pontos turísticos mais relevantes. 

E o primeiro vídeo conta a história de um castelo medieval que era uma antiga fortificação para proteger o acesso à Palma de Mallorca, a capital das Baleares. É uma visita pela história da Espanha tendo como cenário a vista deslumbrante do mar Mediterrâneo.

A terra da calça jeans na França 

Nimes é uma cidade francesa que fica a uma hora e meia de voo de Paris. É um destino de verão importante para os franceses por causa das opções variadas de lazer ao ar livre. A cidade litorânea recebe milhares de visitantes na temporada de verão e se transforma com a invasão dos turistas que chegam de toda a França e demais países da Europa.

O local tem uma importância histórica ligada à ocupação romana. Os traços do antigo império hegemônico estão nas construções que resistiram ao tempo, como o aqueduto e a Arena de Nimes, quase um réplica reduzida do coliseu de Roma, no entanto, bem mais preservada.

A cidade também traz uma curiosidade. Nas tecelagens da cidade era produzido o tecido que forrava as carruagens americanas. Com o declínio desse tipo de transporte na América, o tecido passou a ser usado como peça de vestuário. A lona das carruagens deu origem à calça jeans. E o Denim, que classifica o tecido, quer dizer “de Nimes”.

Torre de Belém: uma das sete maravilhas de Portugal

A fortificação construída por Dom Manuel I é uma legítima construção da chamada Era Manuelina, com seus adereços sobressaindo na fachada, armada com canhões para proteger a sede do império português na entrada do Tejo. A construção resistiu ao tempo. Mas o rio encolheu. Antes totalmente cercada pela água, hoje tem uma extensa faixa de areia num dos lados. 

O Monumento Preservado é um dos cartões-postais de Portugal e parada obrigatória de quem visita Lisboa. Seja pela sua importância histórica, seja pelo pastel à base de ovos, os famosos pastéis de Belém vendidos no restaurante anexo à torre. Aliás, esses são os únicos pastéis reconhecidamente de Belém, os demais feitos com a mesma receita e formato, mas produzidos fora da torre, são chamados de pastéis de nata.

Turismo gastronômico em alta

Na semana passada o De Malas Prontas viajou num barco-restaurante pelo Sena para degustar o menu especial do chef Alain Ducasse. Nessa semana, o programa destaca mais dois chefs: Joachin Koepler, que há 50 anos é considerado um dos maiores da Europa e está à frente de um renomado restaurante português construído no Parque Eduardo VII. O lugar pouco conhecido pelos turistas, tem vista para o Tejo e Avenida Liberdade, uma das mais emblemáticas de Lisboa. 

A visita ao parque é indicada para quem busca um refúgio de paz e contemplação. O jardim Amália Rodrigues é um desses locais de relaxamento e homenageia a rainha dos fados, a música típica portuguesa.

E outro conteúdo gastronômico vem de Barcelona. A Adriana Levis convidou uma chef brasileira para preparar o prato mais tradicional da Espanha, a Paella. O prato que surgiu em Valência, durante a guerra civil espanhola, se espalhou pelo país e ganhou diferentes versões.

Informações de SBT News