Governo estuda aumentar valor do Auxílio Brasil em R$200, diz senador

BRASÍLIA (Reuters) – O líder do governo no Senado e autor da chamada PEC dos Combustíveis, Carlos Portinho (PL-RJ), afirmou nesta quinta-feira que o Executivo estuda elevar o Auxílio Brasil em 200 reais, que passaria a 600 reais, além de aumentar o valor do vale-gás e criar uma espécie de voucher no valor de 1 mil reais para caminhoneiros abastecerem com diesel o tanque dos seus veículos.

Em entrevista após reunião com líderes partidários e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), Portinho disse que essas propostas surgiram para garantir uma efetiva ajuda às pessoas e diante do “receio” de que governadores não tenham a “mesma sensibilidade” de zerar o ICMS sobre os combustíveis.

O parlamentar afirmou que o governo está disposto a colocar 30 bilhões de reais na mesa –recurso esse que seria destinado inicialmente para compensar Estados que zerassem o ICMS. Segundo ele, o que se quer é que a ajuda chegue de forma eficaz na ponta.

Para o senador, o ideal é que a PEC vá à votação na terça ou quarta-feira da próxima semana.