Estudante que morreu após festa na Pedreira sofreu queda, dizem organizadores

O estudante Phelipe Francisco Lourenço, de 24 anos, foi encontrado no lago da Pedreira Paulo Leminski durante a madrugada de domingo (14) e chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. A organização afirma que o jovem pulou o muro lateral externo do local e se dirigiu a uma área de acesso restrito, onde caiu.

Familiares da vítima procuraram a delegacia para registrar um boletim de ocorrência, alegando que o corpo de Phelipe tem marcas de agressões e sinais de enforcamento.

Conforme relato de testemunhas e da organização do festival, o jovem foi encontrado por volta das 3 horas dentro do lago da Pedreira, em área onde não havia atividades do festival e onde o acesso do público era proibido.

Ele foi socorrido e levado até a UPA do Boa Vista, mas chegou ao local já sem sinais vitais. Houve tentativa de reanimação, mas ele não resistiu. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde os exames de necropsia poderão determinar a causa da morte.

Para a família, o jovem foi espancado e jogado no lago onde foi encontrado. Ainda não há informações sobre autoria ou motivação para o crime. Os amigos que foram ao evento com Phelipe devem ser chamados para prestar depoimento nos próximos dias, e o laudo do IML será determinante para a Polícia Civil definir os rumos da investigação.

Em nota, a Pedreira Paulo Leminski afirmou que está contribuindo com as autoridades na apuração do caso e que imagens de câmeras de segurança devem ajudar na investigação.

A organização lamenta o triste fato ocorrido após o encerramento do evento realizado sábado (13), e informa que está contribuindo com as autoridades na apuração dos fatos. As imagens registradas pelas câmeras de monitoramento demonstram que, após o encerramento do evento e saída total do público, o jovem retornou ao complexo da Pedreira pulando o muro lateral externo e se dirigindo a uma área de acesso restrito, que faz divisa com a Ópera de Arame, local onde ocorreu a queda. Nas imagens não foram encontrados sinais de confronto ou agressão contra o jovem.

No mesmo instante em que foi identificado o acidente, as equipes de socorristas prestaram os atendimentos emergenciais e deslocaram o jovem, ainda em vida, até o hospital mais próximo, por meio da ambulância presente no local.
As equipe policiais poderão, por meio das imagens, elucidar o fato ocorrido de forma adequada.

Toda a equipe de produção está consternada com este triste acontecimento e presta votos de solidariedade aos amigos e familiares, além de continuar a prestar todos os esclarecimentos para as autoridades”.

O Festival Muvuca informou, em nota, que prestou todos os atendimentos assim que o rapaz foi encontrado e está à disposição das autoridades para esclarecer o caso.