Infectados pela Covid-19 apresentam sequelas neurológicas

Um estudo da Unicamp e da USP apontam em pesquisa que 30% das pessoas que tiveram covid-19, desenvolveram, de maneira leve ou moderada, sequelas neurológicas. Os pesquisadores acompanharam, por dois meses, 81 pessoas que haviam sido contaminadas pelo coronavírus e outras 81 que nunca tiveram coronavírus. Segundo a professora da Unicamp, Clarissa Yasuda, o vírus causa alterações na estrutura do cérebro, mas ainda não se sabe quem sofre mais.

“A gente tem o receio, como já se viu com alguns outros vírus, com algumas outras doenças, que você tem uma infecção por determinada doença e anos depois isso possa estar relacionado a desenvolver alterações neurológicas bem tardias”, afirmou a professora Yasuda.

O estudo ainda liga a infecção a quadros de ansiedade, depressão, falta de memória, e concentração, além de raciocínio lento. Apesar dos resultados, a pesquisa não está concluída e deve ser encerrada em 5 anos. 

Informações de SBT News