Rainha Elizabeth participa da inauguração de linha de trem em Londres

LONDRES (Reuters) – A rainha britânica Elizabeth, cujos compromissos públicos foram limitados nos últimos meses devido a problemas de mobilidade, fez uma aparição surpresa nesta terça-feira em uma cerimônia para marcar a conclusão de uma linha de trem de Londres nomeada em sua homenagem.

Elizabeth, usando um chapéu e um casaco amarelo brilhante e uma bengala, foi acompanhada por seu filho mais novo Edward e o primeiro-ministro Boris Johnson para revelar uma placa na estação de Paddington.

É a mais recente aparição pública da monarca de 96 anos que, apesar de ter se ausentado da abertura do Parlamento pela primeira vez em quase seis décadas na semana passada devido ao que o Palácio de Buckingham chama de “problemas episódicos de mobilidade”, compareceu duas vezes a uma apresentação de cavalos na sua residência no Castelo de Windsor nos últimos dias.

“Em um progresso feliz, Sua Majestade, a Rainha, está participando do evento de hoje para marcar a conclusão da linha Elizabeth”, disse um porta-voz do Palácio de Buckingham.

O projeto ferroviário de 24 bilhões de dólares deveria ter sido inaugurado em dezembro de 2018, mas foi repetidamente adiado por problemas com testes de segurança e sistemas de sinalização, mesmo antes do início da pandemia.

Originalmente chamada de ‘Crossrail’, a linha Elizabeth ligará destinos a oeste de Londres, incluindo o aeroporto de Heathrow e Reading com Shenfield no leste. Será aberta ao público em 24 de maio.

Elizabeth foi vista em público em apenas algumas ocasiões desde que passou uma noite no hospital em outubro passado por uma doença não especificada, após a qual ela foi aconselhada por seus médicos a descansar.

(Reportagem de William James)