Laudo comprova que aluno de 7 anos foi abusado sexualmente em escola no Paraná

Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) comprovou que um aluno, de 7 anos, da Escola Municipal Vicente Liberato, de Munhoz de Melo, foi abusado sexualmente. O caso ganhou repercussão após o menino relatar a violência aos pais e um porteiro ser apontado como principal suspeito. O laudo foi anexado ao processo, segundo o delegado responsável pelo caso, Alysson Tinoco.

“Todos os trabalhos da investigação foram encerrados. Nós recebemos o laudo do IML confirmando as lesões que a criança tinha sofrido, no mesmo sentido que ela tinha relatado. Nós ouvimos 8 pessoas e juntamos o laudo do HU. No ponto de vista da investigação ficou bastante conclusivo”, afirmou o delegado

O suspeito nega o crime.

O funcionário foi preso no dia 7 de junho. Ele escolheu uma localidade com cerca de 10 ruas e com menos de 400 habitantes para se esconder. O homem, de 25 anos, foi detido na casa de conhecidos, no distrito de Imbiassaba, em Santa Inês, a 100 quilômetros de Maringá.

Informações do GMC Online.