Mulher é presa no metrô após fazer ofensas racistas contra família

Uma mulher foi presa no último domingo (5) após cometer injúria racial contra três pessoas de uma mesma família no metrô de Belo Horizonte. Guardas retiraram a acusada do trem e encaminharam o caso à polícia.

Em imagens que circulam nas redes sociais, é possível ver a agressora dizendo: “eu sou racista”. Passageiros ameaçaram agredir a mulher, mas foram contidos por outras pessoas que estavam no vagão.

Segundo depoimento das vítimas – pai, mãe e filha – à polícia, a mulher declarou que “não gostava de pretos”, que “o sangue que corria na veia dela não era o mesmo deles”, que “os crioulos deveriam morrer” e que “pretos não deveriam estar no metrô”.

“Ela foi muito agressiva em sua fala. Falava assim com meus pais e minha irmã: ‘Olha minha pele e olha as suas’. Foi do nada. Ninguém fez nada com ela. Foi tudo muito triste e revoltante”, afirmou a estudante Isadora Rodrigues, de 22 anos, filha do casal insultado.

Isadora afirmou ainda que os pais e a irmã ficaram abalados e com sentimento de revolta. “A mulher começou a fazer comentários racistas do nada. Minha mãe chorou muito. Outras pessoas se sentiram ofendidas no metrô. Aguentar isso em 2022 é muito complicado”, disse.

A agressora vai passar por exames para atestar um possível quadro de transtorno mental, hipótese não descartada pela Polícia Militar.

Informações de SBT News