Pastor é preso suspeito de abusar sexualmente de menores de idade

O pastor evangélico Jonas Braga foi preso nesta terça-feira (14), em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, suspeito de abusar sexualmente de fiéis menores de idade. A mãe de duas vítimas, de 11 e 17 anos, procurou a polícia e denunciou os casos.

Jonas estava dormindo quando foi surpreendido pelos policiais. Ele é líder de três igrejas, nas cidades de Araruama, Rio Bonito e Itaboraí. Com forte atuação nas redes sociais, ele se apresentava como “profeta bispo”.

As investigações indicaram que uma das meninas foi violentada pelo menos três vezes. Segundo a polícia, o pastor agia da mesma forma. Dava carona para as vítimas e, antes de chegar à igreja, parava o carro e cometia os abusos dentro do veículo.

“Ele afirmava que pras vítimas que era pastor da igreja pra dentro e que, da igreja pra fora ele era homem. E também, com relação à menina de 17 anos, ele afirmava que, se caso ela engravidasse, ele poderia resolver o problema com um remedinho e em 10 minutos ele conseguiria tirar o filho”, diz o delegado Filipi Poeys Lima.

Jonas Braga teve a prisão temporária decretada pela Justiça e vai responder por estupro de vulnerável. Ele alega inocência. A polícia investiga se há outras vítimas. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) acompanha o caso.

“Não vamos permitir que essa situação fique impune. Pedimos às pessoas, se tem mais pessoas que foram violentadas ou que foram abusadas, que procurem uma delegacia e façam as suas denúncias”, afirmou a presidente da OAB de São Gonçalo, Andreia Pereira.

Informações de SBT News