Canal para denúncias de baladas clandestinas recebeu 434 registros

O canal online para denúncias de baladas clandestinas, criado pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, recebeu 434 registros de festas ilegais, 112 deles apenas no último fim de semana, referentes a eventos com aglomeração.

“O canal continua recebendo todas as denúncias para ajudar a polícia a combater as baladas clandestinas, que estão em total desrespeito à lei e às normas de saúde pública, causando imensos danos à população que está se cuidando durante a pandemia”, disse o secretário da Justiça, Ney Leprevost. “E mais, essas pessoas podem colocar a vida de seus pais e demais familiares em risco”.

Em funcionamento desde o final de março e sob a responsabilidade do Departamento de Justiça, o canal abrange todo o Estado. As denúncias são encaminhadas para a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU).

O canal serve de apoio aos já existentes da Segurança Pública, principalmente para receber denúncias de aglomerações que já ocorreram ou que ainda vão acontecer. O Departamento de Justiça faz uma triagem das denúncias recebidas e auxilia a polícia na responsabilização dos envolvidos. Todas as informações são repassadas para as autoridades policiais.

Recomendações

As denúncias podem ser feitas pela internet. Ao denunciar, a orientação é anexar prints de convites e conversas em grupos sobre as baladas clandestinas; fotos e vídeos dos eventos irregulares que já aconteceram ou qualquer informação extra que materialize a denúncia.

Se alguém constatar uma balada clandestina no momento em ela está acontecendo, a orientação é ligar imediatamente para o telefone 190 ou para a guarda do município e relatar a ocorrência.

Informações da Agência Estadual de Notícias