Corpo de Lázaro é liberado pelo IML, mas família não comparece

O corpo de Lázaro Barbosa Sousa, assassino morto durante confronto com a polícia em Águas Lindas de Goiás, continua no Instituto Médico Legal de Goiânia (IML). O criminoso faleceu na manhã de segunda-feira (28) após ser atingido por 39 tiros. Ele estava em fuga há 20 dias e foi encontrado próximo a casa da ex-sogra.

A morte de Lázaro Barbosa dá fim a caçada que contou com 270 agentes da Polícia Civil, Militar, Federal, além de agentes da Força Nacional. Ele era procurado pela polícia de Goiás e Distrito Federal após assassinar quatro pessoas da mesma família em Ceilândia (DF).

Após o crime, cometeu invasões a fazendas, fugindo pela região e dificultando a procura dos agentes, já que o assassino tinha experiência em área de mata. Barbosa teria feito famílias de refém e, durante as buscas, chegou a trocar tiros com a polícia em algumas oportunidades. O criminoso chegou a criar uma conta falsa em uma rede social para acompanhar as notícias da “caçada”.

Informações do SBT News