Idoso que mantinha cachorro acorrentado e sem nenhuma condição de higiene é preso por maus-tratos

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente de Curitiba prendeu em flagrante, nesta terça-feira (16), um idoso, de 71 anos, acusado de cometer maus-tratos contra animais em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba.

Os investigadores chegaram até o imóvel após uma denúncia anônima informando que um cachorro estaria acorrentado, sem os devidos cuidados veterinários. Na chegada da polícia, o animal estava amarrado em uma corrente, com água e comida impróprias para consumo.

“Nós recebemos uma denúncia de um cachorro que estava agonizando em uma propriedade, sem o devido atendimento médico veterinário. Questionado, o tutor informou que estava cuidando do animal, mas as provas foram incontestáveis. O homem recebeu voz de prisão bem como a esposa dele, que desacatou a nossa equipe”, disse o delegado, Matheus Laiola.

O idoso foi encaminhado à delegacia, onde foi autuado pelo crime de maus-tratos.