Moradores denunciam prostituição em bairro de Londrina

Os moradores do Jardim Shangri-lá, zona oeste de Londrina, criaram uma página no Facebook com o nome: “Jardim Shangri-lá Londrina” com o intuito de denunciar o que vem acontecendo no bairro. Segundo os moradores do local é ponto de prostituição e dizem que há algum tempo estão sendo ameaçados, por isso preferem não ser identificados.

Eles acreditam que as pessoas que ali ficam, são vítimas de exploração sexual e que as denúncias na página são para combater também este tipo de prática. Em uma das publicações a legenda diz:  “Não contribua com essa exploração sexual, quem lucra com isso é o cafetão. Denuncie toda forma de exploração.”  

As câmeras de segurança instaladas nas residências registram a movimentação que também está sendo divulgada na página da rede social. Os registros das câmeras de segurança da rua Rui Barbosa com a Eça de Queiroz, sugere que esse seria o ponto de prostituição e o curioso é que fica bem ao lado de uma igreja. 

A polícia já esteve no local diversas vezes e alerta a população para como agir diante desta determinada situação. “Shangri-lá é um dos bairros contemplados pelo nosso Projeto “Para Espere” que visa trazer mais segurança para aqueles moradores mas essa reclamação específica da prostituição em atos correlatos naquele local, nós temos trabalhado em cima desse também com base nessas informações, principalmente em relação ao ato obsceno e nós iremos coibir, caso ele seja constatado naquele local. Então é muito importante que a população continue a fazer suas denúncias via 190, não tente fazer intervenção no local por si próprio, faça a ligação para que a polícia militar trate a ocorrência da maneira devida, e claro, ocorrendo ameaças também que acione via 190 a equipe para fazer o registro do fato, e o acionamento do judicial posteriormente.” disse o policial responsável pelo caso.

Para ver mais informações sobre este caso, assista reportagem completa do Tribuna da Massa Londrina desta segunda-feira (11):