Mulher fica com rosto deformado após ser espancada pelo ex-marido

Uma mulher de 55 anos foi brutalmente espancada pelo ex-marido e ficou com o rosto deformado em Curitiba. O caso aconteceu no último fim de semana e, desde então, o homem permanece solto e a família luta por Justiça. Ronaldo Pinto já foi visto por testemunhas em lugares públicos, mas ainda não foi preso – a situação tem deixado Leoni Micaloski apavorada e temendo pela vida.

O crime aconteceu no último dia 10, durante a madrugada, em Fazenda Rio Grande (região metropolitana de Curitiba). O casal estava separado há mais de um mês e Ronaldo já não morava mais com a vítima. Bêbado e possivelmente sob efeito de cocaína, ele pulou o muro e arrombou a porta da casa – imagens de câmeras de segurança flagraram toda a ação. Leoni já estava dormindo, mas se assustou com o barulho e deu de cara com o ex dentro de casa.

Ela mal se lembra do que aconteceu porque desmaiou logo nos primeiros golpes desferidos pelo agressor. A vítima foi atingida com chutes e socos e ainda teve a cabeça jogada contra as janelas da casa. A tortura resultou em dois dentes quebrados, hematomas por todo o corpo, cortes internos na boca e até mesmo uma fratura no rosto. Inclusive, por causa disso, ela vai precisar passar por uma cirurgia plástica. Os vizinhos ouviram os gritos de socorro e o barulho de vidro quebrando e acionaram a polícia.

A delegacia de Fazenda Rio Grande investiga o caso. Desde o dia do crime, Leoni está morando na casa de parentes porque não tem coragem de voltar para o imóvel onde foi torturada e quase morta. Informações que ajudem a polícia a encontrar Ronaldo Pinto podem ser repassadas anonimamente aos telefones 181, 190 e 197.