Polícia prende mulher que atuava com o marido na exploração de mulheres

A Polícia Civil prendeu preventivamente uma mulher, de 28 anos, suspeita de exploração contra garotas de programa, em Umuarama, na região Noroeste do Estado. Ela é esposa de um homem, de 49, que já tinha sido preso pelo mesmo crime. 

Os policiais civis também cumpriram uma ordem de busca na casa da suspeita, onde apreenderam um carregador de arma de fogo com 17 munições, uma algema, balança de precisão, documentos e três celulares. 

O marido da suspeita foi preso pela Polícia Civil no dia 27 de maio deste ano. O casal atuava na exploração de garotas de programa. A investigação também revelou que enquanto o marido estava preso, a mulher continuava com as ameaças contra as vítimas. 

CRIME

O casal entrava em contato com as mulheres através de um site de anúncio de programas sexuais e marcava um encontro simulando ser cliente, para então se identificar como agenciadores de programas, exigindo que as vítimas lhe repassassem parte dos valores obtidos. As que não concordavam eram perseguidas e sofriam ameaças com arma de fogo, coação física e moral, sendo obrigadas até mesmo a deixar a cidade.