Problemas na MP da Eletrobras foram superados, diz secretário

SÃO PAULO (Reuters) – O governo está alinhado à proposta de privatização da Eletrobras aprovada recentemente na Câmara, embora técnicos e associações do setor de energia tenham criticado mudanças feitas na matéria pelos deputados, disse nesta terça-feira o secretário de Desestatização do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord.

Durante evento transmitido online pelo Bradesco BBI, o secretário rebateu acusações de que as alterações na MP poderão levar a custos maiores para os consumidores e disse que falhas identificadas no projeto já foram corrigidas.

“Uma primeira versão do substituto (à MP) tinha problemas graves. Todos eles, sem exceção, foram superados”, afirmou.

“A gente tem visto nas últimas semanas, infelizmente, uma enxurrada de números aleatórios e, com toda sinceridade, sem pé nem cabeça”, acrescentou ele, ao comentar críticas à MP.

O secretário defendeu que a privatização da Eletrobras é “importante para o Brasil, para a agenda econômica e para a agenda liberal” do governo.