Primeira-dama dos EUA, Jill Biden, testa positivo para Covid-19

A primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden, testou positivo para covid-19 e está apresentando “sintomas leves”, anunciou a Casa Branca nesta terça-feira (16). O presidente Joe Biden continua testando negativo após se recuperar recentemente do vírus, mas usará uma máscara em ambientes fechados por 10 dias como precaução.

Os Biden estão de férias na Carolina do Sul (EUA) desde 10 de agosto, e a primeira-dama, de 71 anos, começou a apresentar sintomas na 2ª feira (15.ago). Jill e o marido foram vacinados duas vezes e receberam duas doses de reforço da vacina da Pfizer.

Ela também recebeu o medicamento antiviral Paxlovid — que é aprovado para o tratamento da covid — e ficará isolada por pelo menos cinco dias.

“Contatos próximos da primeira-dama foram notificados”, disse a diretora de comunicações, Elizabeth Alexander, em comunicado. “Ela está atualmente hospedada em uma residência particular na Carolina do Sul e voltará para casa após apresentar dois testes negativos consecutivos”.

Biden planeja retornar a Washington ainda nesta tarde para assinar o projeto de lei de saúde e mudança climática dos democratas.

Informações de SBT News