Operação da PF mira desvio de R$ 1 bilhão na área da saúde

A Polícia Federal realiza, nesta quarta-feira (28), a operação Help, que pretende combater o desvio de recursos públicos federais destinados à área da saúde, no valor de mais de R$1 bilhão. A ação é feita em São Paulo e tem o apoio da Superintendência Regional da Controladoria Geral da União e da Procuradoria Regional da República da 3ª Região. 

No total, são cumpridos 29 mandados de busca e apreensão nas cidades de Pirajuí, Avaí, Ribeirão Pires, Diadema, São Caetano do Sul, Embu das Artes, São Bernardo do Campo, São Paulo e Santos. Também foram expedidas ordens de sequestro de bens dos investigados, de restrições societárias e de proibição de transferências de bens.

Segundo os agentes, as investigações apontaram para existência de um esquema estruturado e voltado à criação e à manutenção de Organizações Sociais e empresas “de fachada”. Nos locais, eram utilizadas inúmeras pessoas interpostas (“laranjas”) como sócias, para fins de desvio de verbas públicas federais e lavagem de dinheiro.

“Ficou evidenciado que diversos empresários e seus familiares, com o apoio de outros indivíduos e suas empresas, se utilizavam de um sistema voltado para o superfaturamento e o desvio de valores destinados à Saúde Pública de unidades de atendimento médico e serviços de saúde do município de Pirajuí”, disse a PF, afirmando a possibilidade do esquema ter se alastrado para outras cidades.

Até o momento, foi apurado que as Organizações Sociais movimentaram, somente no estado de São Paulo, valores públicos que superam R$1,1 bilhão, sendo mais de R$350 milhões em verbas federais. Todos os investigados poderão responder pelos crimes de organização criminosa, peculato, falsidade ideológica, uso de documento falso e fraude em licitações.

Informações SBT News