Adolescente morre após briga de escola no Norte do Paraná

Um adolescente de 13 anos morreu após ser agredido por outros jovens na noite desta terça-feira (21) em Apucarana, no Norte do Paraná. Alekson Ricardo Kongeski teve uma parada cardiorrespiratória depois da agressão e morreu a caminho do hospital.

O caso foi registrado próximo ao Colégio Padre José Canale e chocou os moradores da cidade. Segundo a Polícia Militar, entre os agressores estão dois adolescentes de 15 anos, um de 14 e outro de 12. Eles estudavm no colégio e teriam espancado Alekson em uma briga.

Socorristas do Siate, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de profissionais do posto de saúde, realizaram a reanimação do garoto, por cerca de 50 minutos. Ele chegou a ser encaminhado em estado grave ao Hospital da Providência, mas não resistiu e morreu no caminho.

O garoto tinha problemas de saúde, sofria convulsões e teria passado mal após a briga. O que provocou a morte ainda é apurado pelos órgãos competentes. A Polícia Civil ainda não falou sobre o caso.  

Comoção na cidade e aulas suspensas

O crime chocou a cidade de Apucarana. Nas redes sociais, a comoção pela morte do garoto é grande, e mensagens de apoio foram enviadas para a mãe de Alekson.

O Colégio Padre José Canale, localizado no Jardim Ponta Grossa, comunicou que as aulas estão suspensas nesta quarta-feira (22), após a morte do aluno. 

O prefeito de Apucarana, Junior da Femac, também se manifestoou. “É um fato difícil de compreender e que gera dor e revolta. Neste momento, eu me solidarizo com os familiares. Perder um filho tão precocemente e da forma como aconteceu é uma dor muito grande e eu rezo para que Deus os conforte neste momento tão difícil”.

O corpo de Alekson já foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). Os horários de velório e sepultamento ainda não foram informados pela Autarquia de Serviços Funerários, nem pela família. 

As informações são do portal TN Online, parceiro do Massa News