Preservação da cultura italiana é tradição de famílias de Colombo

Não é preciso ir muito longe para conhecer um pouco da Itália. Em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, as tradições trazidas pelos imigrantes italianos ultrapassam gerações.

Os imigrantes italianos chegaram em Colombo no ano de 1878. “Havia uma população pequena que ainda era parte de Curitiba, essa paisagem demográfica mudou com a chegada dos italianos”, resume Fábio Luiz Machioski – Historiador e Gestor do Museu Municipal Cristóforo Colombo. “Depois, chegaram outras colônias, e criou-se uma população maior que praticamente dobrou o número de habitantes, e se criou uma vila que os italianos chamaram de Vila de Cristóforo Colombo e depois somente Vila de Colombo”, completa.

E toda essa história está muito bem contada no Parque Municipal da Uva, onde é possível fazer uma verdadeira viagem no tempo visitando apenas três casas. Uma delas é o Museu Cristóforo Colombo. As outras duas casas também estão repletas de histórias. Uma delas é a residência de um imigrante italiano e a outra um memorial ítalo-polonês.

Mas os imigrantes italianos também deixaram outro importante legado aqui município: a fé. Um exemplo disso é a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, que é uma réplica das igrejas do Norte italiano.

Conheça mais sobre a tradição italiana em Colombo na matéria do SBT Notícias Paraná: