Adolescente morre em tiroteio no Parolin; populares atiram pedras na polícia

No início da tarde desta sexta-feira (2), um adolescente, 15 anos, morreu em um tiroteio com a Polícia Militar (PM) na Rua Lamenha Lins, no bairro Parolin, em Curitiba.

Revoltados com a situação, os cidadãos do local começaram a atirar pedras na polícia. Um oficial e algumas viaturas foram atingidas pelas pedras.

Os populares também já estão queimando pneus na região em sinal de protesto.

Uma moradora da região conta que os filhos estavam brincando lá fora e entraram correndo em casa dizendo que haviam tiros e que uma pessoa tinha morrido. Segundo ela, a polícia começou a jogar bombas nas pessoas sem explicar o motivo. “A gente está sendo oprimido por quem deveria proteger a gente”, diz a mulher.

A PM diz que quando foi abordar o adolescente, ele sacou uma arma. Por esse motivo, os policiais teriam atirado nele. Já a família do jovem diz que ele não estava armado.

Na tentativa de conter a população, a PM atirou balas de borracha e jogou bombas.

Mais informações em breve.