Curitiba tem quase 40 mil eleitores a mais do que em 2018

O número de eleitores em Curitiba cresceu em comparação às últimas eleições presidenciais. Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que o eleitorado da capital, que era de 1.338.337 pessoas em outubro de 2018, foi para 1.377.010 em fevereiro de 2022, um aumento de 38.673 eleitores. 

Neste período de três anos e quatro meses, o perfil do eleitorado permaneceu o mesmo. A maioria são mulheres, na faixa dos 45 a 59 anos, representando 14,4% do total da população da cidade apta a votar. 

As faixas etárias com menor número de eleitores são dos 16 aos 24 anos e acima dos 70 anos. 

Paraná 

No estado, atualmente há 8.137.948 eleitores regulares. Isso representa 70,17% da população estimada do Paraná, que é de 11.597.484 pessoas segundo dados de 2021 do IBGE. Assim como em Curitiba, a maioria do eleitorado é feminino, representando 52,7% do total. 

São 227.968 pessoas com o título cancelado no estado. Essa parte da população dica sujeita a algumas restrições, como não poder exercer o direito do voto, nem tirar passaporte ou documento de identidade, tomar posse em cargo público e fazer matrícula em instituição oficial de ensino. 

Para votar nas Eleições 2022, as pessoas devem regularizar a situação até o dia 4 de maio. 

Adolescentes 

Nas últimas semanas, o TSE vem fazendo uma campanha para estimular os adolescentes acima de 15 anos que terão 16 até a data das eleições a fazer o título. Durante a Semana do Jovem Eleitor, entre os dias 14 e 18 de março de 2022, o Paraná emitiu 5.163 novos títulos. 

Porém, o número de jovens aptos a votar ainda é baixo. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é que, em 2022, existam 615.224 jovens de 15, 16 e 17 anos no estado. Até março deste ano, apenas 44 mil jovens decidiram fazer parte do processo eleitoral, que ainda não é obrigatório para a sua idade. 

As pessoas podem tirar o título já aos 15 anos, desde que completem 16 até o dia da eleição (2 de outubro) e façam o título até o fechamento do cadastro (4 de maio).