Cursos gratuitos da Fazenda Urbana começam nesta quinta-feira

Já estão abertas as inscrições para os primeiros cursos presenciais da Fazenda Urbana de Curitiba deste ano, que começam nesta quinta-feira (3). A aula ‘Conhecendo Abelhas Nativas e sua Importância’ abre a programação gratuita que ainda terá neste mês capacitações sobre hortas domésticas, compostagem e aproveitamento integral de alimentos.

A Fazenda Urbana de Curitiba é vinculada à Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN). As inscrições para os cursos gratuitos do espaço podem ser feitas no portal Aprendere.

Para o primeiro curso, a inscrição pode ser feita até quinta-feira. A capacitação ocorrerá pela manhã, das 9 horas às 12 horas, e será ministrada pela servidora Fabiana Troyan, que integra a equipe da Fazenda Urbana. Ela irá explicar a importância das abelhas para o equilíbrio da biodiversidade do planeta. “No caso das hortas, esses insetos ajudam, por meio da polinização, a aumentar a qualidade e a produção das hortaliças plantadas pelos agricultores urbanos”, conta Fabiana.

A servidora também irá explicar detalhes do projeto Jardins de Mel da Prefeitura, que desde 2017 vem espalhando caixas de colmeias por vários pontos da capital, como hortas, parques, praças, Zoológico e Fazenda Urbana.

“Os insetos polinizadores e, em especial, as abelhas, são de vital importância para a agricultura e os ecossistemas. Sem elas, não se poderia manter a vida vegetal na terra, já que para a reprodução das plantas é necessária a propagação do pólen”, acrescenta Fabiana.

Serão ofertadas quatro turmas para o curso Conhecendo Abelhas Nativas e sua Importância, com 15 vagas cada. Além da turma de quinta-feira (3), é possível se inscrever para as aulas do dia 16/3, 12/4 e 30/4, sempre pela manhã.

Hortas domésticas

O engenheiro agrônomo Marcos Rosa ministrará dois cursos em março na Fazenda Urbana. Com inscrições abertas até sexta-feira (4), começa na manhã de sábado (5) o curso “Hortas domésticas – técnicas de plantio”. São 15 vagas para a aula presencial, das 9 horas às 12 horas, em que os participantes irão conhecer os diferentes tipos de cultivo em pequenos espaços. “O plantio de uma horta caseira pode ser feito em um quintal, jardim ou em vasos, caso não tenha espaço, bem como em locais com ou sem terra”, observa Rosa.

Os participantes também irão aprender como ter uma horta por irrigação capilar, solução para plantio em pequenos espaços que não tenham solo.

“Para ter uma horta capilar basta apenas uma caixa de isopor, um cano de PVC, terra preparada, serragem e mudas de hortaliças”, revela o engenheiro agrônomo. A técnica permite que as mudas de verduras e legumes tenham acesso à água sem desperdício na irrigação.

Rosa ainda irá ministrar nos dias 30 de março e 19 de abril o curso Noções Básicas de Compostagem. As aulas vão ocorrer das 14 horas às 17 horas e os participantes irão aprender que cascas de legumes, frutas, ovos e até filtros de café, que normalmente seriam descartados no lixo comum, podem se transformar em um potente adubo orgânico para as hortas residenciais.

“Vamos mostrar que, através de técnicas de compostagem, materiais orgânicos podem ser decompostos por microorganismos, como fungos e bactérias, e na vermicompostagem, pela ação das minhocas, e transformados em fertilizantes orgânicos de baixo custo”, explica o engenheiro agrônomo da Fazenda Urbana. 

Aproveitamento integral

As nutricionistas Mônica Taques e Tayana Cecon, que também integram a equipe da Fazenda Urbana, serão responsáveis pelo curso Aproveitamento Integral de Alimentos, que será ministrado nos dias 15 e 26 de março, na cozinha-escola da Fazenda Urbana. São 15 vagas para cada turma, com aulas das 14h às 17h (15/3) e 9 às 12h (26/3).

“Um terço da produção mundial de alimentos é desperdiçada. Além dos problemas decorrentes do transporte, ainda existe muito preconceito. As pessoas deixam de aproveitar cascas e talos, que de modo geral, têm o dobro dos nutrientes”, alerta Tayana.

As nutricionistas ainda darão dicas que poderão ajudar o cidadão na hora da escolha dos alimentos, como a importância do planejamento na hora das compras.

Informações da Prefeitura de Curitiba