Fiscalização dispersa mais de mil pessoas e fecha 11 pontos comerciais

As equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) abordaram 18 pontos comerciais de Curitiba entre a noite de sexta-feira (30) e a madrugada de domingo (1). Destes, 11 foram fechados por irregularidades. Também foram aplicadas 55 autuações administrativas.

Durante as fiscalizações, os policiais militares, policiais civis, bombeiros e agentes municipais flagraram 1.025 pessoas em aglomerações, que foram orientadas e dispersadas dos locais. Três foram encaminhadas: uma por desacato, outra por infringir medida sanitária e promover propagação de doença contagiosa e a terceira por envolvimento com jogos de azar.

As abordagens ocorreram nos bairros Alto Boqueirão, Alto da XV, Batel, Barreirinha, Boqueirão, Bairro Alto, Cajuru, Centro, Centro Cívico, Cidade Industrial, Hugo Lange, Hauer, Jardim das Américas, Juvevê, Jardim Social, Lamenha Pequena, Lindóia, Parolin, Portão, Rebouças, São Francisco e Uberaba.

Segundo a coordenadora das equipes da Aifu, tenente Caroline Félix, em um estabelecimento no Batel as equipes encontraram 300 pessoas na madrugada de domingo. Um homem desacatou os policiais militares e foi conduzido para lavratura de Termo Circunstanciado.

“O estabelecimento foi fechado pelos agentes da Secretaria Municipal do Urbanismo e multado em R$ 100 mil por estar em funcionamento irregular, com aglomeração”, disse.

Na noite de sábado (31), no bairro Bacacheri, em um ponto comercial que funcionava como casa noturna, foram encontradas duas máquinas caça-níqueis. Os objetos foram apreendidos e o responsável encaminhado para assinatura do Termo Circunstanciado.  

Duas casas noturnas, nos bairros Centro e Jardim Social, foram fechadas durante a operação. A primeira foi atuada em R$ 30 mil e a segunda em R$ 20 mil. No bairro Cajuru, havia aglomeração de pessoas em um bar e foi aplicada multa de R$ 30 mil.

A fiscalização também chegou a uma tabacaria na Cidade Industrial, onde havia 108 pessoas sem usar máscara facial, ingerindo bebidas alcoólicas e utilizando narguilé. O local já tinha sido autuado outras vezes por desrespeitar as medidas sanitárias. O responsável também foi encaminhado para assinatura de Termo Circunstanciado e recebeu uma multa de R$ 50 mil da prefeitura.

Durante a ações também foi recuperado um carro que tinha alerta de furto desde novembro de 2020. A abordagem ocorreu no bairro São Braz na madrugada de sábado. O carro foi levado à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV).

Informações da Agência Estadual de Notícias