Homem que fingia ser comprador de celular é morto em confronto com a polícia

No início da tarde desta terça-feira (5) um homem morreu em confronto com o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), no Barreirinha, em Curitiba.

Segundo informações da polícia, o homem tinha marcado um encontro para ver um celular que estava à venda. A pessoa que venderia o telefone possui uma empresa de celulares e caiu em um golpe e foi roubada na segunda-feira (4), em Campo Largo.

Como a forma de negociar a compra do aparelho era parecida, o vendedor achou suspeito e acionou a Polícia Militar que, em conjunto com o serviço de inteligência, foi até o local marcado para a realização da compra.

Ao chegarem, os policiais deram voz de abordagem. Nesse momento, segundo a polícia, o homem sacou uma arma e atirou contra a equipe. Durante o confronto, ele foi morto.

O socorro foi acionado, mas o homem já estava morto.

De acordo com informações da polícia, o homem já estava sendo monitorado após praticar o mesmo crime na segunda-feira. Para roubar o aparelho, ele marcava um encontro com a vítima. Ele estacionava o veículo em outro local e ia a pé até a pessoa que estava vendendo o aparelho. Quando se aproximava, colocava um capacete de motociclista e realizava o assalto.

O corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.