Homem que planejou a morte do enteado por causa de ciúmes é preso 10 anos após o crime

A Polícia Civil (PC) prendeu no último sábado (8) Davi Moraes Mendes, condenado por planejar a morte do enteado Gabriel Henrique Vieira em 2012. A prisão aconteceu no Umbará, em Curitiba, mesmo bairro onde aconteceu o crime.

Gabriel, na época com 13 anos, foi morto com golpes de facas no caminho da escola. Davi tinha problemas com o enteado e frequentemente brigava com o menino, o que fez com que a mãe da criança o mandasse embora de casa. O motivo seria ciúmes.

O padrasto pagou R$ 4 mil a dois homens, Valdinei Lúcio e Sidney Lúcio, para matarem Gabriel. Eles foram detidos no dia do crime, 12 de setembro, e confessaram.

Davi estava há quatro anos foragido. Ele foi condenado a 18 anos de prisão.