Ídolo do Coxa, Cláudio Marques será cidadão honorário da capital

Nesta segunda-feira (10), a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) apoiou proposta de lei para conceder a Cidadania Honorária de Curitiba ao ex-lateral-esquerdo Edemir Cláudio Marques. Natural de Santos (SP), o homenageado também é conhecido como Cláudio Catega. O título, entregue a personalidades nascidas fora da capital paranaense, foi proposto por Herivelto Oliveira (Cidadania). Com 29 votos positivos e 2 abstenções na análise em primeiro turno, a iniciativa retorna à pauta nesta terça (11), para a confirmação pelo plenário (006.00019.2021).

Marques é um dos ídolos do Coritiba, time em que teve passagens entre 1969 a 1975 e de 1977 a 1978, disputando 295 partidas. Jogou ainda por equipes como o Athletico-PR, Corinthians, Fortaleza, Ceará e San Luis Potosi (México). 

O homenageado já foi técnico do Coritiba, onde treinou os jogadores das categorias de base e chegou a atuar como interino do time profissional. Hoje, integra a equipe de observadores das categorias de base do Coxa. 

“Fez a maior parte da sua história no Coritiba, como multicampeão paranaense. Teve oito títulos”, frisou o autor. “Uma trajetória vitoriosa como jogador, como auxiliar técnico e também como coordenador das categorias de base do clube. Ele ajudou a descobrir, entre outros jogadores, o meia Alex, o lateral Rafinha e o zagueiro Miranda.” 

“Cláudio Marques segue o caminho do pai, Ernesto Marques, que revelou muitos talentos do Santos Futebol Clube, entre eles Clodoaldo, Cesar Sampaio e Pita”, acrescentou Herivelto Oliveira. “Lembrando que o Cláudio Marques circulou no futebol amador de Curitiba. Ele foi treinador do nosso rival, o Trieste”, observou Sidnei Toaldo (Patriota). “Ele agregou muito ao esporte de Curitiba com certeza”, afirmou Mauro Bobato (Pode). 

“Eu, como coxa-branca, curti muitas vezes o Cláudio jogando e depois como técnico”, declarou Ezequias Barros (PMB). Também em apoio à iniciativa, Serginho do Posto (União) reforçou que a Cidadania Honorária é a “mais alta honraria” que o Legislativo concede a pessoas nascidas fora de Curitiba. A votação em segundo turno será na sessão desta terça (11). 

Utilidades públicas
Em primeiro turno unânime, com 28 votos positivos, os vereadores apoiaram projeto de lei para que a Associação de Moradores União Vista Alegre e Cascatinha seja declarada de utilidade pública municipal (014.00006.2022). O autor, Sidnei Toaldo (Patriota), ressaltou “o valoroso trabalho que eles exercem junto à comunidade”, suprindo necessidades básicas de famílias em situação de vulnerabilidade. 

Considerados bairros nobres de Curitiba, as regiões do Cascatinha e o Vista Alegre “na verdade retêm vários redutos de famílias carentes”, completou Toaldo. A declaração, disse o vereador, será importante para que “eles possam fazer mais”, por meio de convênios com o poder público. 

Também foi unânime, com o apoio de 32 vereadores, o segundo turno da utilidade pública municipal ao Instituto Unidos por um Propósito (014.00003.2022). De autoria da vereadora Noemia Rocha (MDB), a matéria será encaminhada para a sanção ou veto do Executivo. 

“A nossa luta [é] pelas organizações sociais de Curitiba, todas as organizações sociais. É impressionante como nós temos organizações sociais na nossa cidade sem a formalização”, comentou, na semana passada, a autora da proposição. As sessões plenárias começam às 9 horas e têm transmissão ao vivo pelos canais da CMC no YouTube, no Facebook e no Twitter.

Informações da Câmara Municipal de Curitiba.