Peça “Estilhaços e […] algo assim” revive memórias da infância

No sábado (25) o Auditório Antônio Carlos Kraide – Portão Cultural, em Curitiba, recebe a temporada de Estilhaços e […] algo assim, da Uma (Certa) Cia. Cênica. A peça volta aos palcos em clima de comemoração, após 10 anos da sua estreia. O espetáculo segue até o dia 3 de julho, aos sábados e domingos, às 15 horas. Os ingressos gratuitos devem ser retirados 1 horas antes na bilheteria do teatro.

Estilhaços e […] algo assim é o primeiro trabalho da companhia curitibana destinado à família. A dramaturgia de Léo Moita foi criada a partir da composição entre as escritas individuais do ator e das atrizes, com base em registros de memórias pessoais da infância.

A peça é um convite à participação do público. O cenário vai sendo construído em tempo real em co-autoria com os espectadores. Sendo assim, justamente pelo trabalho ter uma estrutura mais aberta, é possível reorganizar a cena a partir do que o espaço oferece.

A proposta é criar um ambiente de encontro, no qual opta-se por trocar com o público, valorizando a obra no tempo presente. Os atores são os responsáveis pelo efetivo diálogo entre dramaturgia, jogo-cena e público. No entanto, a responsabilidade é dividida também entre os músicos e os artistas que cuidam dos bastidores (operador da luz e contrarregra).

Estilhaços e […] algo assim foi criado em 2012, como trabalho de conclusão de curso de alunos do Bacharelado em Artes Cênicas da Faculdade de Artes do Paraná – FAP. Desde então, o interesse do grupo foi transformá-lo em processo continuado. Assim, entre 2013 e 2016, a peça passou por diversas cidades do Paraná, além de outros estados como Minas Gerais, São Paulo e Bahia. Agora, completando dez anos da estreia, volta aos palcos para uma celebração.

Serviço

Estilhaços e […] algo assim

De 25 de junho a 3 de julho de 2022

Sábados e domingos, às 15h

Auditório Antônio Carlos Kraide – Portão Cultural

Av. Rep. Argentina, 3430 – Água Verde, Curitiba

Entrada franca: retire seu ingresso 1h antes na bilheteria do teatro

Classificação indicativa: livre