Pipoteca: empresa familiar comemora 44 anos de história

A empresa familiar Pipoteca faz 44 anos de história neste mês de agosto. Com uma mistura simples de farinha de milho, gordura e o tempero de manteiga, o pacote de cor roxa com salgadinhos inspirados em grãos de milho é responsável por cerca de 50% das vendas e do faturamento.

A Pipoteca foi fundada por um catarinense com experiência em agricultura, torrefação de café e em produção de sabão. Sebastião dos Santos resolveu vender tudo o que tinha na cidade de Pouso Redondo (SC) e apostar num novo negócio em Curitiba.

O homem foi convidado pelo ex-chefe para trabalhar no setor fabril de uma pequena fábrica de doces que tinha na capital. Ele aceitou o convite, mas com uma condição: queria ser sócio da empresa. Assim, o catarinense comprou a outra parte e transformou o pequeno negócio familiar na Pipoteca, nome que surgiu da combinação de “pipoca” com “discoteca”.

Foto: Divulgação

Atualmente, a empresa conta com mais de 50 produtos salgados e doces, que ao todo somam sete toneladas em vendas diárias. A indústria utiliza mensalmente em torno de 1.000 sacos de 50 quilos de farinha de milho e canjica na fabricação dos produtos.

“Permanecer como uma marca relevante e símbolo da nossa cidade é a nossa maior conquista. É emocionante quando alguém chega e relata que consome o nosso produto desde criança e que a agora os filhos também são fãs da marca”,

diz Alcione dos Santos, sócio e diretor comercial da Pipoteca.

Os planos futuros da empresa incluem a mudança da planta industrial, que hoje está no bairro Fanny, em Curitiba, para um terreno de 6 mil metros quadrados em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana da capital.

O atual parque, em frente à loja da fábrica, será transformado em um moderno centro de distribuição.

“Os moradores de Curitiba podem ficar tranquilos, a loja da fábrica permanecerá no mesmo local!”,

conta Alcione.

A empresa, que tem 60 funcionários e atende prioritariamente os estados do Paraná e Santa Catarina, se tornou um símbolo aos moradores da região.