Startup curitibana tem plano de crescimento para administradoras de condomínios

Mais de 68 milhões de brasileiros moram em condomínios, segundo a Associação Brasileira de Síndicos (Abrassp). Ou seja, pelo menos um terço da população do país está nesses locais e necessita de serviços específicos na área. Foi pensando nisso que foi criada a Plin, uma startup curitibana especializada em auxiliar na gestão de condomínios por meio da tecnologia, mas também focada no crescimento desses negócios com consultorias especializadas.

Wilson Poyer é o empreendedor que fundou a startup. Formado em Administração e Contabilidade, ele atuou por mais de 10 anos no mercado condominial administrando mais de 100 condomínios, e conta que foi justamente na prática que sentiu falta de uma solução mais ampla e ao mesmo tempo simples. “Percebi que não era possível encontrar todas as soluções para as administradoras de condomínios em um único lugar. Foi então que surgiu a ideia de criar esse ecossistema e ainda focar na parte business, trazendo soluções para profissionalizar as administradoras e ajudá-las a conquistar mais clientes. Assim surgiu a Plin”, resume o CEO da startup.

Uma live foi lançada no dia 4 de julho, em uma live transmitida no YouTube da empresa.

Além do sistema operacional do gestor, a startup lança um plano de crescimento de 90 dias com metas personalizadas.

Basicamente a Plin oferece ao seu público-alvo – as administradoras de condomínios – um sistema de gestão completo com controle de receitas e despesas da empresa, geração de boletos e conciliação automática com integração para obtenção de extratos com os principais bancos do Brasil e a integração completa com o Inter. Ou seja, uma plataforma de gestão com poder de banco e painéis personalizáveis e automações que trabalham pelo administrador.