Eleitorado jovem cresce 134% em 2022 no Paraná

A Justiça Eleitoral do Paraná registrou até o momento um aumento de 134% nas inscrições de jovens com idades entre 15 (que completam 16 até o dia 02 de outubro, data do primeiro turno), 16 e 17 anos, para quem o voto é facultativo, em comparação com o eleitorado de 2020. 

Em 2020, no Paraná, 36.725 jovens de 16 e 17 anos estavam aptos a votar. Já em 2022, o número aumentou para 86.128 jovens eleitoras e eleitores, segundo dados desta segunda-feira (02/05). 

Números parciais

O número total de pessoas nessa faixa etária aptas a votar nas Eleições 2022 vai aumentar ainda mais, pois um grande volume de pedidos de primeiro título recebidos nos últimos dias antes do fechamento do cadastro, que acontece nesta quarta-feira (04), ainda está sendo analisado. 

Em todo o Paraná, segundo projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2022, existem em torno de 310 mil jovens de 16 a 17 anos.  

Campanhas

Os números refletem o sucesso de campanhas e ações da Justiça Eleitoral voltadas para o público jovem. Em 15 de março, quando a mobilização começou em todo o país, o Paraná registrava apenas 44 mil pessoas com 16 e 17 anos no cadastro eleitoral. 

Durante a Semana do Jovem Eleitor, de 14 a 18 de março, foram emitidos 96.425 novos títulos em todo o Brasil – 5.163 no Paraná – para pessoas de 15 a 18 anos.

TikTok

O principal canal de comunicação do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) com o público jovem é o TikTok. A conta foi criada em outubro de 2020. Ao todo, os vídeos somam mais de 16 milhões de visualizações e 1,9 milhões de curtidas. 

O mais assistido tem 1,7 milhões de visualizações e aborda, com humor, o primeiro título. A publicação contou com mais de 193 mil curtidas, 903 comentários e 717 compartilhamentos no WhatsApp.

“A Justiça Eleitoral sempre buscou se comunicar com a sociedade de maneira eficiente. Como os jovens hoje estão mais engajados no TikTok, foi natural para nós criarmos um perfil nessa rede social para levar nossa mensagem de maneira simples e direta para esse público”, destacou o presidente do TRE-PR, desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura.

Justiça Eleitoral nas ruas

O TRE-PR também promoveu ações em escolas e recebeu estudantes nas centrais de atendimento ao eleitor de todo o estado. Em São Mateus do Sul, a 140 km da capital, a 12ª Zona Eleitoral tirou o primeiro título de 700 alunas e alunos de escolas da região.

“Estamos engajando esses estudantes a se alistar e a votar. Além de, depois da eleição, cobrar e fiscalizar aquilo que foi prometido nas campanhas eleitorais”, declarou o juiz eleitoral Ricardo Piovesan à época. 

No Colégio Estadual do Paraná, uma iniciativa da Escola Judiciária Eleitoral do Paraná (EJE-PR) promoveu o alistamento de 100 estudantes em um único dia. “Com o título, os jovens podem exercer ativamente a cidadania, tão importante para o nosso país”, reforçou o juiz membro da Corte e diretor-executivo da Escola Judiciária, doutor Roberto Ribas Tavarnaro.

Cidadania Plena

O TRE-PR reforça a importância da participação de todas as pessoas nas eleições. Por isso, também promove ações para estimular a participação do eleitorado acima dos 70 anos, para quem o voto também é facultativo. Por meio do programa Cidadania Plena, serão instaladas seções eleitorais dentro de hospitais e instituições de longa permanência de idosas e idosos de Curitiba, Londrina e Maringá. 

Fonte: Os dados consolidados são da página de estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com informações do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.