Em ação conjunta, Polícia Federal prende líder de facção criminosa no Paraná

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (23), na cidade de Maringá, uma das principais lideranças de uma facção criminosa de atuação nacional e internacional. Ele foi detido em operação conjunta com as Polícias Federais de Maringá, Cascavel e de Santa Catarina, contando com o apoio de Policiais Militares e Civil do Paraná.

A prisão pelo cumprimento ao mandado de busca de apreensão e prisão preventiva expedidos pela Vara Criminal da Região Metropolitana da Comarca de Florianópolis. Foram realizadas buscas no imóvel onde o suspeito foi preso, onde os agentes encontraram uma pistola Glock 9mm com carregadores estendidos e um revólver calibre 32.

O líder da organização criminosa já tinha sido preso em 2015 por tráfico de drogas, mas foi resgatado por comparsas fortemente armados em 2017, quando era escoltado para atendimento médico em Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Biguaçu (SC). O criminoso foi recapturado em 2019 pelas polícias Federal e Civil em Itapema (SC). Contudo, em 2020, foi colocado em liberdade por força de um habeas corpus do STF e após reforma da decisão no pleno do tribunal, teve novamente sua prisão preventiva decretada em dezembro de 2020, estando foragido desde então.

A prisão em 2015 ocorreu na Operação Trinca de Ases e a recaptura foi em decorrência da mesma investigação, que trata dos crimes de tráfico de drogas e organização criminosa. Também responderá pelo crime em flagrante de posse de arma de fogo.