Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
20.4ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Estrada da Graciosa será liberada parcialmente na quarta-feira, diz DER

Após a liberação parcial, o trecho continuará sendo bloqueado após as 18h

Luana Lopes

Luana Lopes

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) deve liberar a Estrada da Graciosa (PR-410) nesta quarta-feira (11), em meia pista no km 7, km 11+200 e km 11+600. A rodovia foi interditada na última semana após novos deslizamentos de terra causados pelas chuvas em Morretes, e segue em obras.

Foto: DER

A decisão para liberação da Estrada da Graciosa veio após monitoramento que indicou estabilidade dos taludes que foram danificados no km 11. Segundo o DER, os taludes não apresentaram deslocamento, permitindo a reabertura parcial do tráfego de veículos.

Nesta terça (10), o DER vai implantar sinalização provisória e proteções contra queda de materiais nos locais atingidos pelos deslizamentos. Haverá sinalização vertical e horizontal nos dois pontos e ao longo da rodovia, para orientar os usuários sobre as novas restrições.

Após a liberação parcial do tráfego nesta quarta-feira (11), o trecho continuará sendo bloqueado após as 18h até as 07h da manhã do dia seguinte, enquanto durar a obra, visando garantir a segurança do usuário. Parte do trecho terá sistema pare-e-siga. 

Obras e bloqueio na Estrada da Graciosa

Atualmente estão sendo executados os serviços de reforço e reparo da cortina atirantada que se rompeu no km 7 da rodovia. Esse é um dispositivo de contenção de aterro que garante a estabilidade da plataforma da rodovia. O dano na cortina resultou em degrau no pavimento e trinca de aproximadamente 50 metros de extensão, o que exigiu que a Graciosa fosse totalmente bloqueada para trânsito, garantindo a segurança do usuário e evitando o agravamento da situação.

Na sequência serão executados os reparos no km 8 e no km 12, onde o talude sofreu escorregamento de terra acima do nível da pista, não chegando a danificar o pavimento.

E também serão recuperados o km 11+600, trecho em curva, onde a terra, vegetação e pedras atingiram a pista de baixo e deixaram a pista de cima sem calçamento no aterro, e o km 11+200, onde foi registrado escorregamento de terra no aterro da pista.

Com informações da Agência Estadual de Notícias

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia