Olimpíadas das Apaes promove integração da rede e superação dos atletas

O primeiro dia de competições da 22ª Olimpíadas Especiais das Apaes, nesta quarta-feira (24), foi marcado pela alegria e entusiasmo de atletas e professores, que aguardavam por este momento há mais de dois anos. Ao todo, mais de 1.200 pessoas de 30 delegações do Estado participam dos jogos, que seguem até domingo (28) em Foz do Iguaçu.

Pela manhã, no SESC, foram disputadas provas de ginástica artística, xadrez e futebol sete, também conhecido como futebol Society. Lucas, de 19 anos, estava ansioso para entrar em quadra. Essa é a primeira vez que ele está longe de casa e aproveitando a experiência. “Aqui é tudo maravilhoso, estou ansioso, mas me divertindo muito. Já fiz muitos amigos”, contou.

Lucas é de Lupionópolis, na região Norte do Paraná. O colega, Leonan, de 16 anos, prometeu muitos gols durante a partida. “A gente vem pra jogar, mas também para fazer amizades. Estou muito feliz aqui”, disse o aluno da APAE de Sertanópolis, região metropolitana de Londrina.

Para o coordenador estadual de educação física das APAEs, Paulino Hykavei Junior, muito mais do que vencer uma competição, os atletas buscam superar seus limites. “Além dos benefícios do esporte, que são inúmeros, as competições promovem a integração social, a amizade, o respeito e principalmente, a busca pela autonomia, para viver melhor em sociedade”, afirma. “Eles não estão aqui somente em busca de medalhas, mas para concluir as provas, vencer seus limites, superar desafios”, concluiu o educador.

No Clube Gresfi, também pela manhã, os atletas de Foz do Iguaçu disputavam o tênis de mesa com delegações de Paranaguá, Cascavel e outras cidades. “A torcida é para todo mundo. Aqui a gente comemora sempre, se ganhar ou perder”, declarou a aluna Gisele, de 18 anos.

As disputas seguem até domingo (28) em diversos locais da cidade, como o  Ginásio Costa Cavalcante, Clube Gresfi, Ginásio Sebastião Flor, SESC, Colégio Almirante Tamandaré, Ginásio do Ouro Verde e Ginásio do Morumbi. As competições de atletismo – a principal modalidade com mais de 400 atletas – acontecem na Faculdade Uniguaçu, em São Miguel do Iguaçu.

Nacional

Da etapa estadual, serão selecionados os 120 melhores atletas que representarão o Paraná  na fase nacional, em dezembro, na cidade de Sergipe. “As olimpíadas das Apaes são históricas e uma das mais fortes do Brasil. Por conta da pandemia, ficamos dois anos sem o evento, e não só os atletas, mas os professores estavam ansiosos para vir a Foz, uma cidade belíssima. Fomos muito bem acolhidos e os alunos estavam contando os dias para viver este momento”, disse o coordenador.

As Olimpíadas Especiais das Apaes são promovidas pela Federação Nacional das Apaes (Fenapaes) desde 1973. Em Foz do Iguaçu, tem o apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Esportes e Lazer.