ONG resgata 36 animais de médica veterinária do Paraná por denúncias de maus-tratos

Trinta e seis animais, entre cachorros, gatos e até uma tartaruga, foram resgatados por uma ONG nesta segunda-feira (14) na região de Maringá. Eles estavam na casa de uma médica veterinária de Itambé. A ONG Salvando Vidas, de Maringá, chegou ao local por meio de denúncias de maus-tratos.

Representantes da entidade tentaram entrar na residência, mas foram impedidos pela médica, e só conseguiram chegar perto dos bichos com o apoio da Polícia Militar. Os animais estavam soltos e também dentro de gaiolas, vivendo em espaços apertados e sem condições de higiene.

Foto: Reprodução/GMC Online

A dona da clínica chegou a desmaiar quando viu a chegada da PM. Ela foi levada para atendimento médico, e antes de passar mal, negou os maus-tratos e disse estar sendo perseguida pela ONG.

A médica veterinária tem uma clínica ao lado da casa, que está interditada por desrespeito ao Código de Posturas. Representantes da ONG afirmam ainda que vem acompanhando situações de maus-tratos no local desde 2018.

Os animais resgatados foram encaminhados para a sede da entidade, onde receberam os primeiros cuidados, e na sequência, passarão por uma triagem. A dona da clínica será ouvida na delegacia para prestar esclarecimentos.

Informações do GMC Online.