Júri de médico acusado de jogar namorada de prédio é marcado para fevereiro de 2023

O júri popular do médico Raphael Suss Marques, réu pela morte da namorada, a fisiculturista Renata Muggiati, foi marcado pela Justiça para acontecer em fevereiro de 2023. O crime aconteceu em setembro de 2015, em Curitiba.

Suss é acusado de asfixiar e jogar Renata do 31º andar do prédio em que eles moravam, no Centro da capital. A vítima tinha 31 anos na época, e os dois se relacionaram durante 11 anos.

A advogada Maria Francisca Accioly, que representa a família de Renata Muggiati, confirmou a data e disse que ‘o sentimento é de alívio’ pela marcação da data do julgamento.

Raphael Suss Marques está preso desde fevereiro de 2019. Ele chegou a ficar por dois anos em liberdade com uso de tornozeleira eletrônica, mas o Ministério Público pediu a prisão do acusado por, entre outras questões, faltar em uma audiência para ir a um jogo de pôker.